Fuga…

O movimento me apaixona. A noite me apaixona. As luzes me apaixonam.Componho e efetivo minhas imagens no momento da captura. A ideia surge, e eu ponho em prática. Cérebro, nervos, ação, disparo. O momento congela. O tempo para. O relógio, em um sono profundo, deixa seus ponteiros como que estátuas adornando o mostrador. A concepção da imagem se perpetua.

Metro Sumaré, SP, NOV/2014

Tenho uma cumplicidade com o movimento. Os rastros, a velocidade, a indefinição de onde se está e para onde se vai… Um olho de furação. Um redemoinho de luzes que explodem em cores fantasmagóricas que deixam marcas. Como cicatrizes. Como veias abertas deixando escorrer seu sangue de luz. Talvez um animal enjaulado roendo as grades para fugir. Talvez a fuga de mim mesmo.

Metro Sumaré, SP, NOV/2014

One Reply to “Fuga…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s